Hey, man!

Esteja sempre atento...afinal: "Nós vamos ceifar você"
Atenciosamente: SoD


30 de out de 2010

Banda Beirut

 A banda tem nome de comida, porém não é para comer (Pelo menos eu acho que não) Beirut é o nome da banda de Zach Condon, nativo de Santa Fe, Novo México. O primeiro lançamento oficial com o nome de Beirut contou com a colaboração de Jeremy Barnes (Neutral Milk Hotel, A Hawk and a Hacksaw) e Heather Trost (A Hawk and a Hacksaw); ele combina elementos do Leste Europeu e do folk. Zach Condon tem o trompete e o ukelele como seus principais instrumentos, tendo sido impedido de tocar guitarra por conta de um machucado no pulso.




Albuns da banda:
Gulag Orkestar (9 de maio de 2006)
The Flying Club Cup (9 de outubro de 2007)


 A música Elephant Gun foi tema dos protagonistas da microssérie Capitu, exibida pela Rede Globo no ano de 2008. Com essa recente aparição em rede de televisão aberta, a música conquistou notável lugar (2º) como TopMúsica (as mais procuradas) em vários sites brasileiros de letras de músicas.

27 de out de 2010

- Estrela Pier

 Meu primeiro post de literatura, estou logo passando por aqui para poder dar uma dica de ouro a leitores que estão a busca de um bom livro nacional, ou seja feito por um brasileiro nesse mesmo século, coisa que venho observando com certa falta no mercado, brasileiro que valorize o mercado da cultura nacional. Fica muito dificil hoje em dia do cinema, ou até mesmo da literatura expor o país sem falar de favelas ou expor a roubalheira ou a prostituição, acabamos sempre por mostrar o lado negativo de nosso país, assim como os americanos mostram seus filmes de humor barato regado a muita barra forçada, mas hoje em dia deveriamos ter a consciencia de que o mercado está ficando cada dia mais globalizado, e que significadamente Nova York está ficando mais parecida com São Paulo, e vice-versa. O nacionalismo teria que mudar antes de virar algo ridiculo, mas isso é minha opinião, algo que não deve ser sempre considerado.
 O país está precisando a cada dia de um apoío maior aos novos artistas, tomamos os novos diretores de cinema como super herois pois entram numa profissão que não sabem se amanhã terão do que se alimentar, mesmo que a arte seja algo tão magica, e dessa alegria custe algo tão caro. Será que ninguém está realmente afim de pagar o preço?
 Mas voltando a questão, dica de literatura.



 Kamila Denlescki é a autora de “Estrela Píer”, seu romance de estréia lançado pela editora Novo Século. Kamila é brasileira, tem 22 anos e desde criança adora escrever.

Kamila Denlescki
Escritora e colunista apaixonada por chocolate, Guns’n'Roses e James Dean. Cresci em Santo André e estudo na ECA/USP. Escreve desde os oito anos e é apaixonada pelo seu trabalho.
Onde encontra-la:


http://www.kamiladenlescki.com.br

http://denlescki.blogspot.com/


http://estrelapier.blogspot.com/



Entrevista

Quando e porque começou a escrever Estrela Píer?
Eu comecei a escrever Estrela Píer sem a intenção de publicá-lo.
Comecei a escrever porque sempre gostei deste tema meio conto de fadas em que uma garota, sem querer, acaba se apaixonando por um ídolo, no caso de Estrela Píer, um ator inglês com olhos misteriosos. O projeto ficou abandonado até que, recentemente, decidi retomá-lo.
Foi um caminho maravilhoso que eu aconselho a todos. Desde as primeiras linhas escritas até ver seu livro na estante das livrarias, todas as etapas são maravilhosas e emocionantes.

Teve alguma inspiração pra história?
Minha inspiração foi no sonho que, com certeza, muitas mulheres já tiveram, consciente ou inconscientemente, que é conhecer um ídolo. Este é um sonho tão bobo e natural, mas incrivelmente romântico, como nos contos de fadas de príncipes encantados. O foco desse tipo de estória nunca esteve no príncipe. A plebéia (no nosso caso, a garota normal) sempre foi a grande estrela, enquanto o príncipe – pobrezinho – sempre foi um simples homem fadado a amá-la com toda a sua alma e o seu coração.

OBS: Se antes existiam um ou dois príncipes por país, hoje existem centenas de ídolos prontos para nos amar. As chances do conto de fadas acontecer aumentaram nos últimos mil anos.

Porque esse título?
Como tudo o que se torna fixo, o nome Estrela Píer era temporário. Enquanto eu estava escrevendo, o nome era A Fábrica, mas achei que era um título muito estranho. Então, enquanto estava procurando por editoras, decidi mudar o título para Estrela Píer. O motivo: todas as mulheres são estrelas. Lucia Píer, protagonista do livro, também é uma estrela, então, Estrela Píer.

Terá ou pretende ter continuação?
Vai ter continuação sim. Eu escrevo muito devagar, então, talvez demore um pouco! Hihi. De qualquer forma, a estória está toda na minha cabeça.

Teremos um novo livro seu em breve, mesmo que não seja continuação?
Sim, já estou escrevendo e super empolgada.

Fonte da entrevista: Fracky.com.br

25 de out de 2010

Hoje...

Eae galera desculpe a GRANDE falta que eu fiz nesses meses(nem perceberam -_-'), mas desculpe principalmente a equipe do SOD, mas estrou atolado de trabalho do Médio e do Técnico!!Masssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
Não falar disso hoje, pois hoje é um dia especial, hoje é dia 25/10/2010!!!
Mas... O que aconteceu no dia 25 de Outubro?
Bom no Wikipédia esta assim:
25 de outubro: Proclamação de República do Cazaquistão.
  • 1415 - Guerra dos Cem Anos: inicia-se a Batalha de Azincourt.
  • 1825 - Uruguai torna-se independente do Brasil.
  • 1936 - Hitler assina aliança com o ditador italiano fascista Benito Mussolini.
Nasceram neste dia...
  • 1806 - Max Stirner, filósofo alemão (m. 1856).
  • 1881 - Pablo Picasso (na imagem), artista espanhol (m. 1973).
  • 1962 - Chad Smith, baterista da banda Red Hot Chili Peppers.
Morreram neste dia...
  • 1495 - Rei D. João II de Portugal (n. 1455).
  • 1764 - William Hogarth, pintor e gravurista britânico (n. 1697).
  • 1973 - Abebe Bikila, maratonista etíope (n. 1932).

Mas esqueceram de um detalhe...de um ano...E esse ano seria 1994...
Mas 25/10/1994?
Sim nesse dia nasceu a nossa querida postadora(que postou uma vez no blog, mas mesmo assim não deixa de ser da família)....
Cami-Keiko!!!


PARABÉNS E MUITAS FELICIDADES!!!Todos nós do Souls Of Death desejam isso!
Téh Galera!!!
AAAA E aqui quem fala é o Nikko!!!XD(caso vocês tenham esquecidos T_T)

24 de out de 2010

Halestorm

 Nada contra o twitter, acho que lá tem o espaço suficiente para expressar aquilo que se passa pela a minha mente. Bem, hoje eu vou falar novamente sobre uma banda que considero eu sem muita divulgação na midia, mais que na minha opinião esta na lista de uma das melhorees que eu ja escutei. Se trata do Halestorm.


Halestorm é uma banda norte americana, fundada em York. Seus integrantes são
  • Lzzy Hale – vocal, guitarra e teclado
  • Joe Hottinger – guitarra solo e vocal apoio
  • Josh Smith – baixo e vocal apoio
  • Arejay Hale - bateria e vocal de apoio
Isso é o basico que a wiki diz, mas acho melhor da uma pesquisada e achar mais informações...



22 de out de 2010

Semana SNSD - Post 4/4

SNSD (Girls Generation) - Oh!

http://www.youtube.com/watch?v=TGbwL8kSpEk

21 de out de 2010

VersaEmerge

Hey hey, hoje vou falar de mais uma banda norte-americana que eu gostei muito que se trataq ue se trata do VersaEmerge.



VersaEmerge foi formada enquanto Blake Harnage e Anthony Martone estavam na escola, eles escolheram o nome "VersaEmerge" como uma contração do termo "versa", da expressão "vice-versa", e do termo "emergir", significando uma ascensão de uma posição ou condição inferior obscura. A banda começou trabalhar com o seu som eventualmente produzindo o EP Cities Built On Sand em 2005, com Spencer Pearson nos vocais, Josh Center na guitarra e Nick O. (Osborne) no baixo. Com a partida de Spencer, o seu vocalista masculino, Sierra Kusterbeck fez uma audição para novo vocalista. Enquanto os outros membros da banda não tinham certeza no começo, Harnage estava convencido de que ela era a pessoa certa para o trabalho e, eventualmente, ingressou na banda em 2007.

Em 2008, a banda começou trabalhar em conjunto, e lançou seu EP seguinte - Perceptions - em Maio de 2008, após excursionar com bandas como a de post-hardcore Our Last Night, a pop-punk canadense Kiros e a banda pop-punk There For Tomorrow. Em 22 de julho de 2008, a banda disponibilizou um vídeo de uma faixa do Perceptions, "The Authors", lançado no seu canal YouTube.

Ai vão duas musicas da banda para vocês curtirem:



Espero que gostem, assim como eu gostei... beiijinhos a até amanhã

Semana SNSD - Post 3/4

SNSD (Girls Generation) - Genie

http://www.youtube.com/watch?v=6SwiSpudKWI

20 de out de 2010

Semana SNSD - Post 2/4

SNSD (Girls Generation) - Run Devil Run

http://www.youtube.com/watch?v=q_gfD3nvh-8

19 de out de 2010

Thriving Ivory

Hey hey, Thriving Ivory é uma banda pela qual o vocalista tem a voz semelhante a de uma mulher, se fosse já seria incrivel sendo a de um homem, se torna ainda mais interessante.


Thriving Ivory é uma banda rock norte-americana,com cinco membros, que teve origem em Santa Barbara, Califórnia, antes de se mudar para San Francisco, Califórnia. Eles lançaram seu auto-intitulado Wind-up Records álbum de estreia em 24 de junho de 2008. O álbum atingiu o #1 na Billboard Heatseekers sobre a força do charting single “Angels on the Moon”. Depois de meio ano, “Angels on the Moon”, apareceu no Pop E.U. 100 Gráfico, atingindo, no número 28.

Ai embaixo vão duas musicas pelas quais sou apaixonada da banda... Bom proveito e um otimo final de semana para vocês...




Semana SNSD - Post 1/4

SNSD (Girls Generation) - Gee

http://www.youtube.com/watch?v=U7mPqycQ0tQ

18 de out de 2010

Semana SNSD - Post 0

Coming soon...

New World - L'arc~en~ciel


http://www.youtube.com/watch?v=qY3mszbKAak

Novo Mundo
Onde se tem uma realidade certa
É uma tolice voltar-se para o dia que passou
O céu se prolonga até o infinito
Para um mundo onde nem se quer as sombras são projetadas

Perdida no tumulto a voz do despertar nos alcançou
(Defenda sua escolha final! Agora a hora do destino chegou)

Agarre e erga a luz que começou a transbordar dilacerando as trevas
Eu estou acordando no novo mundo

Se você estender sua mão para mim
Poderei te levar agora mesmo
Flutuando mais alto que todos
Para uma zona sem gravidade

Percebi a contagem regressiva para a libertação
Voz do despertar
(defenda sua escolha final! Agora a hora do destino chegou)

Abra suas asas bem afiadas, junte o vento e levante vôo
Fortes pulsações ultrapassem o tempo e ecoem
Eu estou acordando no novo mundo

Uma imagem distorcida vai se dissipando e circulando
(Defenda sua escolha final! Agora a hora do destino chegou)
Um milagre desenhado vai atravessando o céu
Numa subida inacabável
(Saia voando além das nuvens. Estará você ainda nos meus sonhos?)

Agarre e erga a luz que começou a transbordar dilacerando as trevas
Una-se a este momento o qual se procurava

Carregando nos braços a voz que você me deu eu vôo bem alto
O futuro é tão brilhante que chega a transbordar e derramar
Eu estou acordando no novo mundo

14 de out de 2010

-Hey, hey. Glass and Glue


Uma pergunta vem constantemente frequentando a minha mente. Existe alguma banda boa de rock brasileiro na ativa? Não, essas bandas pelas quais vemos frequentas os radios e televisões, pelo qual as emissoras e as gravadoras dizem ser comercias porque meio milhão de adolescentes que ainda estão tendo suas opiniões formadas, passam tardes e tardes escutando a mesma batida acompanhada de duas semanas de aulas de guitarras, com letras pelas quais consequentemente sempre falam as mesmas coisas como decepções amorosas, como as meninas se sentem magoadas com suas amigas galinhas, ou em como não conseguem tirar boas notas na escola. Essa questão veio me deixando revoltada até que eu consegui encontrar uma banda boa, pela qual eu me orgulho de ter integrantes iteiramente brazucas. Se trata da banda "Glass and Glue."
Glass and Glue se formou em agosto de 2008 com a união de quatro amigos. Mayana Moura e Marina Franco, atuais roomates, compunham compulsivamente em seu “lar doce lar” em um "old school" 4-track device. Paulo Ferreira se juntou a dupla trazendo o guitarrista Fabrício Matos para dar liga ao projeto. A dupla logo virou um quarteto. GnG ama tocar ao vivo e se divertir com uma música que seja livre, para quem faz e para quem ouve!


Ai embaixo vão duas musicas pelas quais eu não consigo parar de uuvir...
A primeira e tic tic tic tac...






Espero que vocês tenham gostado da dica...
Beijos e see you o/

13 de out de 2010

Preconceitos...

"Knux uses Phoenix Down"

Esse é um tema que gostaria de falar a um bom tempo, e já vinha ensaiando algumas coisas, mas nunca tive a iniciativa de escrever tudo. Andei lendo dois ótimos posts sobre o assunto. Se bem que o foco de ambos é um pouco diferente, mas se refere ao assunto.
Seguem:
Portallos - Sobre a edição de cores/raças de personagens em desenhos infantis.
http://www.portallos.com.br/2010/10/13/polemica-racismo-e-o-falso-moraliso-ate-mesmo-nos-inocentes-desenhos-animados-reflexao-desabafo/
O Movimento - Preconceito entre nerds/otakus pelo conhecimento (ou falta de).
http://moviment0.wordpress.com/2010/10/13/discriminacao-por-conhecimento/

O que vou falar no post de hoje é sobre o preconceito dentro de grupos que sofrem preconceitos.
Engraçado pensar assim, não é? Ou seria o certo? Outro dia passou na Rede Bandeirantes, no programa "A Liga" uma reportagem sobre tribos sociais. Além da cena das cosplayers falando ao Rafinha Bastos que não existe idade para sonhar, então não existe idade para se vestirem com cosplay. Achei fantástica a colocação delas. Existe outro momento que achei foda. Rafinha Bastos está na galeria do Rock, entrevistando pessoas de todos os tipos de "tribos" (roqueiros, metaleiros, hiphop, rappers, punks, emos, e whatever more...), e chega em um cara que acho que era metaleiro e... segue mais ou menos o diálogo:

Rafinha: - Você sofre preconceito por ser "metaleiro"?
Cara - Sim, as pessoas nem me conhecem e me chamam de viadinho...

Rafinha - O que você acham sobre os emos?

Cara - São todos viadinh.... ahm, é....

Poxa, o cara que respeito com o gosto musical, de roupa e estilo mas não tem um pingo de respeito pelos que são de outra "tribo". Afff...
Muita gente acha errado esse rótulo de "tribo", parece que separa as pessoas. Eu já acho que não. Isso junta pessoas parecidas. O que me revolta é isso ser usado para agredir outros ou criar uma segregação. Isso é uma merda...

Outra coisa que percebi, é o preconceito dentro de tribos. Sim, isso também acontece. Como não sou muito defensor de Star Wars, Startrek, Senhor dos Anéis, matrix e outros ícones nerds, vou falar apenas de uma situação que eu mesmo já passei.

Não é segredo para ninguém aqui no blog que sou fã de tokusatsu. Já fiz tópicos de Kamen Rider e Super Sentai, e já assisti Ryukendo e alguns episódios de Ultraman. Acho muito legal esse tipo de seriado. Esse estilo de série se encaixa na cultura otaku. Mas otakus-animes subjulgam adoradores de Tokusatsu. Já vi uma amiga minha defender de tudo quanto é jeito que anime, mangás e cosplay não são coisas de criança, mas quando eu falava (ou tentava falar) de tokusatsus, ela insistia em ser coisa de criança. Não que alguns não sejam, mas ouvir esse tipo de comentário de alguém que defende outras áreas da tribo otaku, é realmente brochante. É não consegui achar outra palavra para tal...

Robôs gigantes lutando contra monstros de borracha
igualmente gigantes numa cidade também são legais o/


Por isso eu acho uma "puta falta de sacanagem" essa história toda de preconceito ou ofensas contra pessoas que curtem músicas/séries/livros diferentes que você e seus "miguxos" curtem. Fica ai minha mensagem e quem sabe um próximo post nesse estilo. Eu gostei, e vocês?

11 de out de 2010

SWU e Rage Against Machine

Primeiro, SWU.
Mas, qua cargas d'agua é SWU?

O SWU é um movimento feito pelo coletivo. O Fórum Global de Sustentabilidade, claro, não poderia ser diferente. Cerca de mil convidados lotaram a arena no primeiro dia de discussões. Pessoas como nós, que têm uma vida comum.

Pronto, sabemos o que é SWU. Mas, aonde que começa a confusão?
E quando você vê no google noticias, essa informação na G1, site oficial da globo


Rage Against the Machine injeta fúria no Festival SWU"

Show da banda norte-americana teve de parar duas vezes para acalmar fãs.

No palco, Zack de La Rocha distribuiu

sorrisos e dedicou faixa ao MST.


Por fim, ainda que a tônica do SWU seja de sustentabilidade, o Rage Against the Machine não fez concessões em seu engajamento: dedicou a faixa "People of the sun" aos "nossos amigos" do Movimento Sem Terra brasileiro, disparou um trecho do hino da Internacional Comunista antes do bis - fechado com as clássicas "Freedom" e "Killing in the name on" -, e se despediu dos fãs de punhos cerrados repetindo o gesto dos Panteras Negras sob uma salva de aplausos, urros e uma chuva de sapatos, chinelos e CDs atirados pelos fãs contra o palco.

Se era rebeldia que eles queriam promover, conseguiram.

Fonte: http://g1.globo.com/pop-arte/musica/swu/noticia/2010/10/rage-against-machine-injeta-furia-no-festival-swu.html

A rede Globo de televisão é realmente ironica é engraçada.
Promove roubaleiras sobre politicos, e quando falam sobre democracia ou comunismo eles banam.
Mostra imagens de sexo gratuito em horario nobre, e tiram do ar a realidade de um show de tamanho mundial.
Criticam e apoiaram a ditadura e quando o "mst" tem apoio internacional com uma banda honrada, eles apenas criticam.
A globo quer ser uma formadora de opinião agindo de uma maneira ridicula. O país começa a crescer numa imagem internacional, e quando podemos assistir, em um canal eles cortam a transmissão, e no outro eles mostram flashes do show, uma edição pobre.
No mesmo horario num canal para quem "paga" a televisão por assinatura, assiste aos que eles querem passar do show, e no outro quem não teve como pagar, assisti um programa de pouca graça, pouca inteligente, muita vulgaridade e pouca ultilidade, sim estou falando do zorra total.
Vivemos num país, onde consumimos o que eles querem nos mandar, querem nos fazer cada dia mais hipocritas, achando que todo mundo é carrasco, mas nem todos, são consumidores do maldito falso nacionalismo.
A globo assumiu uma postura de falsa conservadora, como um pai de familia adultero que ensina ao seu filho o poder da lealda de. Ironico, Globo, Brasil.
Tem gente que gosta de Rage e não apóia o MST. Ironia?

Amo RAGE e todas as moedas de quem foram, valeu a pena. Esperam que tenham curtido ao show. Qualquer coisa, a invasão da aréa vip foi uma coisa incentivada pelo proprio vocalista da banda "Zack De La Rocha".
Morrelo, disse: 'Os ingressos são caros e sei que muita gente não pode comprar, por isso demos nossa cota para o MST'. A entrevista completa vai ao ar no Bastidores, sexta que vem, dia 15/10, 22h30.
Boa Noite, aproveitem a madruga com muita paulera e RATM.
Uma das faixas no show que mais me tocaram foi o começo dessa musica ai embaixo, apenas PERFEITA.


10 de out de 2010

Hoje é 101010: a resposta definitiva para a questão fundamental


Hoje é 10 de outubro de 2010. 10/10/10. Em linguagem binária, isso significa 42. E 42 é a Resposta para a "Questão da Vida, Universo e Tudo mais". Ou ao menos é o o que Douglas Adams diz.

Muitas pessoas ficam pensando o que Adams queria dizer exatamente com "42", a resposta do Pensador Profundo no Guia do Mochileiro das Galáxias. Por que Adams escolheu este número? Há alguma conexão oculta que ninguém sabe? A CIA ou o MI6 estão envolvidos em tudo isso? Aliens de verdade, talvez?

Em 3 de novembro de 1993, ele respondeu essa pergunta na lista alt.fan.douglas-adams:

A resposta a isso é bem simples. Foi uma piada. Tinha que ser um número comum, algo não muito grande, e eu escolhi este. Representação binárias, na base 13. Essa coisa de monges tibetanos é bobagem sem sentido. Eu sentei à minha mesa, olhei para o jardim e pensei: "42 serve". E escrevi. Fim de papo.

Depois, em entrevista a Iain Johnstone, da BBC Radio 4, ele explicou que o número foi escolhido por ninguém menos que John Cleese como bordão de uma de suas esquetes. O famoso membro do Monty Python achou que era um número engraçado, e Adams o pegou emprestado para o seu livro, o que acabou virando uma constante importante por toda a sua obra.

Mas este comentário não foi o fim do mistério. Stephen Fry - um amigo de Adams - acabou entrando no debate, dizendo que este explicou para ele o porquê do 42. Fry não vai revelar o segredo, mas ele diz que é "fascinante, extraordinário e, quando você para pra pensar, é totalmente óbvio".

O que quer que seja, o número teve um impacto profundo no mundo nerd/geek. Exemplos rápidos: O conjunto de telescópios que Paul Allen, co-fundador da Microsoft, financiou para a busca por vida alienígena (o programa SETI), tem 42 parabólicas em homenagem a Adams. Quem viu Lost se lembra que 42 era um dos 6 números que apareciam em diversos momentos da série. Um dos produtores confirmou que era uma referência ao Guia do Mochileiro.

Pessoalmente, não tenho a menor ideia o que diabos isso significa. Mas eu sei que eu incluo quando jogo na loteria, sempre. Por precaução. Vai que. [Valeu, Paul Cohen!]

Fonte: Gizmodo Brasil
http://www.gizmodo.com.br/conteudo/hoje-e-101010-resposta-definitiva-para-questao-fundamental


5 de out de 2010

Avenged Sevenfold


/depoisdeséculoseupostoaquinovamente.
O Avenged Sevenfold foi formado em Huntington Beach, Califórnia, em 1999.
O nome da banda foi retirado do livro Genesis, na Bíblia, onde Cain é sentenciado a viver no exílio, por ter matado seu irmão. Deus o marcou para que ninguém pudesse matá-lo devido ao seu pecado, assim o homem que se atrevesse a tentar seria vingado sete vezes. O título da música ‘Chapter Four’ refere-se ao quarto capítulo do mesmo livro, que conta a história de Abel e Cain, parecendo também falar sobre essa história. ‘Beast and Harlot’ é outro som derivado da Bíblia: vem do livro da Revelação que é escrito em primeira pessoa e se refere à punição da Grande Babilônia, império mundial e centro de falsas religiões. ‘The Wicked End’ tem outra referência, na música é dito diversas vezes: “dust the apple off, savor each bite, and deep inside you know Adam was right.” (Tire o pó da maçã, saboreie cada mordida e, bem no fundo, você sabe que Adão tinha razão), onde se refere à Eva ter comido o fruto proibido. Apesar no nome da banda e o nome dos integrantes também fazerem referências a termos bíblicos, Shadows disse em uma entrevista que eles não são uma banda religiosa. “Qualquer um que lê as letras e sabe algumas coisas sobre nós, sabe também que nós não promovemos nem a Deus, nem ao Diabo.” A banda também fala sobre política em algumas letras, como ‘Critical Acclaim’, ‘Blinded In Chains’ e ‘M.I.A’.
O A7X muitas vezes é caracterizado como uma banda de metal ou Hard Rock, mas suas músicas apresentam vários gêneros juntos, como por exemplo, no álbum ‘Avenged Sevenfold’. O álbum ‘Sounding The Seventh Trumpet’ consiste no metalcore, mas na música ‘Streets’, pode-se notar uma sonoridade puxada para o Punk Rock. Em ‘Avenged Sevenfold’ notam-se estilos variados, encontrados principalmente na música ‘Dear God’ e em‘Gunslinger’, uma pitada de country, e na música ‘A Little Piece of Heaven’, que inclui elementos teatrais, incluindo orquestras e outros instrumentos pouco usados no rock. A banda não se restringe a um estilo em particular, mas, no entanto, eles mudaram consideravelmente desde seu primeiro álbum, considerado bem pesado.
Seu primeiro álbum, ‘Sounding The Seventh Trumpet’, foi originalmente lançado pela gravadora Good Life Recordings. Quando o guitarrista Synyster Gates entrou na banda, a faixa ‘To End The Rapture’ foi regravada com ele tocando, e o cd foi re-lançado pela Hopeless Records.
O álbum seguinte, ‘Waking The Fallen’, lançado em 2003, também pela Hopeless Records, teve um bom reconhecimento na crítica, pela revista Rolling Stones, sendo considerado um dos melhores álbuns de metalcore da história.
Em 2004, eles assinaram com a Warner Bros Records e lançaram, em 2005, o álbum ‘City of Evil’, que contém sucessos como “Beast and Harlot”, “Bat Country” e “Seize the Day”.
No ano seguinte, 2006, eles passaram pela primeira turnê mundial. Tocaram também o Metallica, na Alemanha, e participaram de diversas Warped Tour e do Ozzfest.
Em 2007 eles lançaram o DVD “All Excess”, que contém clipes, documentários, entrevistas e até trechos de shows.
Em 30 de outubro de 2007, o álbum ‘Avenged Sevenfold’ foi lançado, com 156 minutos de duração. Um álbum que segundo a banda, não é como ‘Waking the Fallen – Parte II’ ou ‘City of Evil, o Retorno’. É um álbum diferente, que poderia tanto agradar aos antigos fãs quanto conquistar milhares de outros pelo mundo.
Em 2008, a banda participou da turnê “Taste of Chaos”, junto com as bandas Bullet for My Valentine e Atreyu. Fizeram sua passagem “histórica” pelo Brasil, onde tocaram somente em São Paulo, no Citybank Hall, trazendo 3 mil pessoas de todo o país para assisti-los.
O A7X também tocou na Inglaterra com a banda Iron Maiden na turnê “Gods of Metal”.
Em 16 de setembro de 2008, a banda lançou seu mais novo trabalho, o CD/DVD ‘Live In The LBC Diamonds in the Rough.’

- A banda é composta por: Matt Shadows (Vocal), Synyster Gates (Guitarra solo), Zacky Vengeance (Guitarra) , Johnny Christ (Bateria).

- Algumas musicas: Nightmare, AfterLife, Dear God, So Far Away, Bat Coutry, Sidewinder.







2 de out de 2010

Gibson.com's "Top 50 Guitar Solos of All Time" - Parte 1


O site Gibsom.com fez uma lista com os 50 melhores solos de todos os tempos, e eu estarei postando aqui, dia após dia, 10 desses solos...
______________________________________________________________

Parte 1 - 50º a 41º Solos


50º Lugar

Guitarrista - Eddie Van Halen

Banda - Participação a pedido de Michael Jackson

Música - Beat It.



49º Lugar

Guitarrista - Roy Buchanan


Banda - Carreira solo

Música - The Messiah Will Come Again



48º Lugar

Guitarrista- Adrian Belew


Banda - The Talking Head


Música - The Great Curve



47º Lugar

Guitarrista - Rory Gallagher

Banda - Solo

Música - Off The Handle




46 º Lugar

Guitarrista - Ron Asheton



Banda - The Stooges


Música - Dirt



45º Lugar

Guitarrista - Ritchie Blackmore


Banda - Deep Purple


Música - Highway Star




44º Lugar

Guitarrista - Joey Perry


Banda - Aerosmith


Música - Train Kept A-Rollin' - Live



43º Lugar

Guitarrista - Jimmy Page


Banda - Led Zeppelin


Música - Whole Lotta Love



42º Lugar

Guitarristas - Paul McCartney, John Lennon, and George Harrison



Banda - The Beatles


Música - The End




41º Lugar

Guitarrista - Tom Scholz


Banda - Boston


Música - Hitch A Ride



___________________________________________________________

Logo nesse começo da lista já encontramos grandes mestres do Classic Rock e do Hard Rock, como Van Halen, Blackmore, Perry, e Page. Bandas renomadas mundialmente como Led Zeppelin, Deep Purple, Boston e The Beatles e suas músicas que se tornaram verdadeiros clássicos. Alem de grandes guitarristas com carreiras solo como, Rory Gallagher e Roy Buchanan, que sempre estão vagando entre o Rhythm and Blues, o Blues, o Jazz e o Rock
Ou sejá, só teremos montros por aqui, ao longo desse 5 dias.

E antes que me perguntem, na música " The End ", dos Beatles, o próprio site colocou Paul, John e George como solistas, mesmo Paul sendo baixista, e eu achei melhor não alterar nada.
___________________________________________________________

Bom, é isso People, no fim do uma comentada geral!!!
Quero saber o que vocês estão achando da lista...comentem ok?
Até manha!

Guitar Hero não é mais TÃO complexo...

Hey Man's and Minas !!! ^^>

Faz um tempo que não ando por esses lados.... Mas voltei...

Bom, enquanto preparo uma série de Post's sobre a lista do site Gibson.com, com os 50 melhores solos de guitarra de todos os tempos, deixo um video que vi a pouco, onde percebi que existem coisas mais complexas que o Guitar Hero...

Apreciem...


1 de out de 2010