Hey, man!

Esteja sempre atento...afinal: "Nós vamos ceifar você"
Atenciosamente: SoD


27 de out de 2010

- Estrela Pier

 Meu primeiro post de literatura, estou logo passando por aqui para poder dar uma dica de ouro a leitores que estão a busca de um bom livro nacional, ou seja feito por um brasileiro nesse mesmo século, coisa que venho observando com certa falta no mercado, brasileiro que valorize o mercado da cultura nacional. Fica muito dificil hoje em dia do cinema, ou até mesmo da literatura expor o país sem falar de favelas ou expor a roubalheira ou a prostituição, acabamos sempre por mostrar o lado negativo de nosso país, assim como os americanos mostram seus filmes de humor barato regado a muita barra forçada, mas hoje em dia deveriamos ter a consciencia de que o mercado está ficando cada dia mais globalizado, e que significadamente Nova York está ficando mais parecida com São Paulo, e vice-versa. O nacionalismo teria que mudar antes de virar algo ridiculo, mas isso é minha opinião, algo que não deve ser sempre considerado.
 O país está precisando a cada dia de um apoío maior aos novos artistas, tomamos os novos diretores de cinema como super herois pois entram numa profissão que não sabem se amanhã terão do que se alimentar, mesmo que a arte seja algo tão magica, e dessa alegria custe algo tão caro. Será que ninguém está realmente afim de pagar o preço?
 Mas voltando a questão, dica de literatura.



 Kamila Denlescki é a autora de “Estrela Píer”, seu romance de estréia lançado pela editora Novo Século. Kamila é brasileira, tem 22 anos e desde criança adora escrever.

Kamila Denlescki
Escritora e colunista apaixonada por chocolate, Guns’n'Roses e James Dean. Cresci em Santo André e estudo na ECA/USP. Escreve desde os oito anos e é apaixonada pelo seu trabalho.
Onde encontra-la:


http://www.kamiladenlescki.com.br

http://denlescki.blogspot.com/


http://estrelapier.blogspot.com/



Entrevista

Quando e porque começou a escrever Estrela Píer?
Eu comecei a escrever Estrela Píer sem a intenção de publicá-lo.
Comecei a escrever porque sempre gostei deste tema meio conto de fadas em que uma garota, sem querer, acaba se apaixonando por um ídolo, no caso de Estrela Píer, um ator inglês com olhos misteriosos. O projeto ficou abandonado até que, recentemente, decidi retomá-lo.
Foi um caminho maravilhoso que eu aconselho a todos. Desde as primeiras linhas escritas até ver seu livro na estante das livrarias, todas as etapas são maravilhosas e emocionantes.

Teve alguma inspiração pra história?
Minha inspiração foi no sonho que, com certeza, muitas mulheres já tiveram, consciente ou inconscientemente, que é conhecer um ídolo. Este é um sonho tão bobo e natural, mas incrivelmente romântico, como nos contos de fadas de príncipes encantados. O foco desse tipo de estória nunca esteve no príncipe. A plebéia (no nosso caso, a garota normal) sempre foi a grande estrela, enquanto o príncipe – pobrezinho – sempre foi um simples homem fadado a amá-la com toda a sua alma e o seu coração.

OBS: Se antes existiam um ou dois príncipes por país, hoje existem centenas de ídolos prontos para nos amar. As chances do conto de fadas acontecer aumentaram nos últimos mil anos.

Porque esse título?
Como tudo o que se torna fixo, o nome Estrela Píer era temporário. Enquanto eu estava escrevendo, o nome era A Fábrica, mas achei que era um título muito estranho. Então, enquanto estava procurando por editoras, decidi mudar o título para Estrela Píer. O motivo: todas as mulheres são estrelas. Lucia Píer, protagonista do livro, também é uma estrela, então, Estrela Píer.

Terá ou pretende ter continuação?
Vai ter continuação sim. Eu escrevo muito devagar, então, talvez demore um pouco! Hihi. De qualquer forma, a estória está toda na minha cabeça.

Teremos um novo livro seu em breve, mesmo que não seja continuação?
Sim, já estou escrevendo e super empolgada.

Fonte da entrevista: Fracky.com.br

Nenhum comentário: