Hey, man!

Esteja sempre atento...afinal: "Nós vamos ceifar você"
Atenciosamente: SoD


28 de mar de 2010

Yakitate!! Japan

Continuando pelo caminho dos mangás, vou falar hoje de um mangá que eu tenho uma enorme paixão em ler e me divirto muito quando o faço: Yakitate!! Japan

Antes de falar da obra, vou contar como cheguei até ela e qual foi a minha surpresa ao ver do que se tratava. (Sim, vou fazer um suspense básico XD)
Eu ouvia nas minhas horas vagas rádios de anime na net (outro dia eu faço um post sobre isso...), quando me deparo com a música Comet Cloud, da banda Rythem, e me interesso pelo som. Procurei sobre a música e cheguei ao anime. Fui no Youtube e achei a Abertura da primeira temporada e sem entender nada fui procurar sobre a série. Quando descubro sobre o que é até me desanimo (erro meu). Antes de revelar o enredo, olhem a capa de um dos volumes do mangá:

O mangá é sobre pão. Isso mesmo, sobre pão e um garoto que quer se tornar o melhor padeiro do Japão, e criar um pão que o represente. Como o pão é algo europeu, a maioria dos países de lá tem o seu próprio pão, (pão francês, italiano, alemão, etc...), e ele quer criar o "Japan" (um trocadilho com pan e o nome do seu país em inglês... u.u')

Só por isso eu me desanimaria, mas estava interessado na época em achar coisas diferentes, e como o anime não inteiramente legendado em português, eu achei um grupo que traduzia o mangá, o Chrono Scanlator, e resolvi ler o bendito mangá.

Sabem, não me arrependo nem um pouco de ter começado. Apesar da história (bem) viajada, é muito divertida e engraçada. Cheia de piadas e trocadilhos (em japonês, mas muito bem traduzidos pelo Chrono), e referências. Os "poderes" e "batalhas" entre padeiros e suas "criações" são a principal atração.

Bom, vou parar de enrolar e vou falar um pouco da história e dos personagens;

Azuma Kazuma: esse é o personagem principal. Nasceu em uma fazenda de arroz e cresceu com sua mãe, irmã e avós. Seu avó é um dos personagens que mais gosto no começo. Como produtor de arroz, ele só come arroz e derivados, e odeia pão por ter lembranças da sua época de soldado. Até a irmã de Azuma questionar a ausência de pão em casa e levar o irmão para experimentar um pão numa pequena padaria que existia ali. Ele adora e até aprende a fazer um pão que o avô deles aprova, e fica amigo do padeiro. Esse diz ter o sonho de poder criar um pão que represente o Japão, e diz que vai a tóquio para aprender novas técnicas, e pede que Azuma faça o mesmo quando crescer, pois além de talento ele possui um poder raro: as mãos solares. Ele possui uma temperatura mais elevada nas mãos, que as pessoas normais, fazendo com que o pão fique melhor ao confeccioná-lo.
Azuma cresce e vai para tóquio, onde começa a história. Ele é um garoto bem avoado, inocente e extremamente criativo e brilhante. Sempre tem uma idéia para algum problema (culinário) e mesmo não sabendo dos nomes dos pães, ele já os estudou e os sabe fazer.

Kawachi Kyousuke: Um dos principais, e o mais burro dos personagens, sempre conta com a sorte e vive dizendo "O que?" para toda explicação. Veio de uma família pobre e tem dois irmãos mais novos, que são a sua inspiração para se tornar um grande padeiro, já que seu pai fracassou na tentativa. Sempre que tem uma piada envolvida, 80% é sobre o Kawachi. Ou ele comete um super erro, ou perde o cabelo, ou ganha um black power, é bem sinistro os acontecimentos com ele.

Suwabara Kai: Um samurai padeiro, sempre anda com a sua Katana, e tem o desejo de derrotar Azuma em uma batalha entre pães, depois da sua derrota no torneio de iniciantes para entrar na Pantasia, perdendo para um Croissant de 324 camadas (O.o) que Azuma ensina ao Kawachi a fazer.

Kuroyanagi Ryou: Para toda competição que se preze, tem que ter um juiz. E esse é Kuroyanagi. Um juiz sério e com o conhecimento para avaliar. E suas avaliações são o que há de mais engraçado na história. Ele sempre tem uma reação diferente quando come algum pão (ou comida feita nas batalhas). Como a vez que ele come um pão em forma de carangueijo e sai andando como um, ou quando ele come o "pão que leva as pessoas ao paraíso" e fica lá paquerando as anjas.

Outros personagens surgem durante a série, como o Pierrot Bonaz, que é o juiz do campeonato mundial, o Piramide Man, Kanmuri que se junta a turma de padeiros. E como não poderia deixar de citar, o Gerente da loja, com seu black power! XD

É um mangá onde você não consegue prever o próximo passo dos personagens, e sempre com dicas de como são feitos os pães e técnicas. É algo que recomendo muitíssimo. Pena que é um mangá que nunca chege ao Brasil por uma editora... Pena...

Algumas imagens e cenas:






Nenhum comentário: